O Cego e o Rosto Uma leitura ético-poética de Clarice Lispector

Marília Murta de Almeida, Nilo Ribeiro Junior

Resumo


Este artigo trata de fazer uma interpretação do conto “Amor”, da escritora Clarice Lispector, em diálogo com o pensamento de Emmanuel Lévinas, aqui evocado tanto pela pertinência de sua reflexão sobre a alteridade para a leitura do conto clariceano, quanto pela sua teoria ético-literária que traz para o cerne de suas ideias a consideração da literatura de ficção. Assim, a partir das ideias de Lévinas sobre a alteridade do texto literário, a experiência vivida pela personagem Ana, protagonista do conto, é aqui compreendida sob a luz das reflexões levinasianas sobre o encontro com a alteridade do Rosto do outro. O relato do conto permite perceber como esse encontro, marcado pela infinitude da diferença que lança a vivência humana à abertura ao que não pode mais ser controlado e nem mesmo conhecido, invade a experiência a ponto de obrigar a personagem a um (re)posicionamento pessoal frente às outras pessoas, mas sem que essa transformação leve ao distanciamento em relação àqueles que são os mais próximos.

Palavras-chave


Alteridade; Amor; Rosto; Clarice Lispector; Lévinas

Texto completo:

PDF

Referências


LEITE, Suely. Amor: Um conto divisor de águas nos discursos femininos. Caderno Espaço Feminino, v. 27, n. 1, 2014. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/neguem/article/view/17697. Acesso em 31.1.2020.

LÉVINAS, Emmanuel. Discours et éthique In Totalité et infini – Essai sur l’extériorité. La Haye, Boston, Londres: Martinus Nijhoff Publishers, 1980, p. 44-49.

LÉVINAS, Emmanuel. A ontologia é fundamental? In Entre nós: Ensaios sobre a alteridade. Trad. P. Pivatto, E. Kuiava, J. Nedel, L. Wagner, M. Pelizolli. Petrópolis: Vozes, 2005, p. 21-33.

LÉVINAS, Emmanuel. Humanismo do outro homem. Petrópolis: Vozes, 2009.

LÉVINAS, Emmanuel. De outro modo que ser ou para lá da essência. Lisboa: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, 2011.

LÉVINAS, Emmanuel. Paul Celan. De l´être a l’autre In Noms Propres. Paris: Fata Morgana, 2014, p. 61-71.

LISPECTOR, Clarice. Amor In Laços de Família. Rio de Janeiro: Rocco, 1998, p. 19-29.

TERROR, Maria Terezinha Sequeto. Um olhar sobre Ana. Travessias, v. 6, n. 1, 2012. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/6165. Acesso em 31.1.2020.

ZANELLO DE LOYOLA, Valeska Maria. O amor (e a mulher): uma conversa (im)possível entre Clarice Lispector e Sartre. Revista Estudos Feministas, v. 15, n. 3, 2007. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ref/article/view/S0104-026X2007000300002. Acesso em 31.1.2020.




DOI: https://doi.org/10.23925/2236-9937.2020v22p143-158

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Filiada:

Apoio:


Teoliteraria está indexada em:

     

    

  

                         

 

 

 

 

 

Presença da Teoliteraria em Bibliotecas no exterior:

 

                         
                               
            
                        
                       
              
                              
                                          
                       
                
                             

 

           

  

 



  

     
 Está obra está licenciada sobre uma Creative Commons Attribution 4.0 International License.