O uso da literatura de cordel no ensino religioso

Maria José de Araújo, Ivanaldo Oliveira Santos Filho

Resumo


O artigo tem por objetivo apresentar uma reflexão sobre o uso da literatura de cordel nas aulas de Ensino Religioso como forma de transmitir os conteúdos de forma interdisciplinar, interativa e dinâmica. Ao longo da discussão demonstra-se que o uso da literatura de cordel, em sala de aula, é uma forma do Ensino Religioso se aproximar da comunidade, da religiosidade popular, da fé espontânea dos grupos humanos mais humildes e da poesia popular. Por fim, afirma-se que a literatura de cordel possui uma forte diversidade religiosa. Uma diversidade ligada a religiosidade popular, a poesia, a cultura popular e ao cotidiano do cidadão. Essa diversidade poderá ser uma ponte para a construção de espaços de aprendizagem dentro da disciplina Ensino Religioso escolar.


Palavras-chave


Ensino Religioso; Literatura de cordel; Sala de aula

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: Ministério da Educação, 2018.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado, 2000.

BRASIL. Lei nº 13.796, de 03 de janeiro de 2019. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), para fixar, em virtude de escusa de consciência, prestações alternativas à aplicação de provas e à frequência a aulas realizadas em dia de guarda religiosa. Brasília: Presidência da República, 2019.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, 2002.

CAVIGNAC, Julie. A literatura de Cordel no Nordeste do Brasil. Natal: Edufrn, 2006.

CRUZ, Therezinha M. L. Dimensão metodológica do Ensino Religioso: pensando o novo olhar num mundo em mudanças. São Leopoldo: Contexto, 2001.

DURAN, Ednilce; ARRUDA, Glair. Crescer com alegria e fé. São Paulo: FTD, 2013.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. A virtude da força nas práticas interdisciplinares. Campinas: Papirus, 1999.

FONAPER. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Religioso. 3 ed. São Paulo: Ave Maria, 1997.

HAURÉLIO, Marco. Breve história da literatura de cordel. São Paulo: Claridade, 2010.

IPHAN. Literatura de cordel ganha título de Patrimônio Cultural Brasileiro. Rio de Janeiro: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, setembro, 2018.

JUNQUEIRA, Sérgio Rogério Azevedo, CARVALHO, Flávio Paes Barreto. A regionalização do estudo do Ensino Religioso brasileiro. In: Ciências da Religião, São Paulo, Mackenzie, v. 11, p. 39-52, 2013.

MARINHO, Ana Cristina, PINHEIRO, Hélder. O cordel no cotidiano escolar. São Paulo: Cortez, 2012.

MEDEIROS, Maria de Lourdes Pereira de. Para quem quer cantar. Caicó: Criarte, 2014. (Folheto de Cordel).

MORAIS, Heliodoro. Os sete pecados capitais. Caicó: Casa do Cordel, 2018. (Folheto de Cordel)

RAYS, Oswaldo Alonso A questão da metodologia do ensino na didática escolar. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro (Coord.). Repensando a didática. Campinas: Papiros, 1996.

SANTOS, Ivanaldo; DIAS, Francisca Aline. A figura de Padre Cícero na Literatura de Cordel: interdiscurso e ethos. In: Teoliterária, Revista de Literaturas e Teologias, São Paulo, v. 7, n. 13, p. 125-147, 2017.

SANTOS, Agostinho Francisco. O Meio Ambiente. Caicó: Associação União do Sobrado, 2015. (Folheto de Cordel).

SILVA, Maria Azimar F.; SILVA, Gracileide A.; HOLMES, Maria José. Torres. Ensino Religioso na Paraíba: relatos e experiências. In: OLIVEIRA, Lilian Blanck; RISQUE-KOCH, Simone; WICKERT, Tarcísio Afonso. Formação de Docentes e Ensino Religioso no Brasil: tempos, espaços e lugares. Blumenau: Edifurg, 2008, p. 145-154.

SOARES, Hélio Gomes. O que é ensino religioso? Natal: Ed do Autor, 2010. (Folheto de Cordel).

SOUZA, Francisca Roseane Franco Ribeiro de. Ensino Religioso na sua diversidade. 2011. Disponível em . Acesso em: 01 de Nov. de 2018. (Folheto de Cordel).




DOI: https://doi.org/10.23925/2236-9937.2020v22p508-538

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Filiada:

Apoio:


Teoliteraria está indexada em:

     

    

  

                         

 

 

 

 

 

Presença da Teoliteraria em Bibliotecas no exterior:

 

                         
                               
            
                        
                       
              
                              
                                          
                       
                
                             

 

           

  

 



  

     
 Está obra está licenciada sobre uma Creative Commons Attribution 4.0 International License.