A teologia da vida em Luiz Gonzaga

Elias Wolff, Luiz Tarquinio Pontes Neto

Resumo


Luiz Gonzaga foi um dos nomes mais conhecidos e divulgados da música popular brasileira. Seu cancioneiro é pródigo em alusões ecológicas. Sua grande afeição à criação divina chama à atenção dos ouvintes. Gonzaga, no entanto, não somente estimava a natureza, mas pregava, já nos seus dias, a responsabilidade ecológica. Como uma espécie de São Francisco do sertão, conversou também com plantas e animais, chamando-os de irmão, pois possuía a clareza de que provinham da mesma matriz. Ao se referir ao juazeiro, chamava-o de “Meu velho amigo” e requeria dele respostas claras para seus questionamentos, assim como Francisco de Assis, padroeiro da ecologia e protetor dos animais, que soube enxergar a face de Deus por meio do mundo criado. Em Gonzaga, vê-se presente os fundamentos do homo viridi, do homem ecológico e verdejante, que prefere caminhar ao lado da natureza e não sobre ela, elegendo a parceria em lugar do grilhão e do chicote, sujeito que se faz mordomo ecológico a cuidar do que não lhe pertence, aquele que entende o real sentido contido em Gênesis do dever humano em relação à terra e aos seres criados.


Palavras-chave


Luiz Gonzaga. Sertão. Canções ecológicas. Homo viridi.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBIN, Ricardo Cravo. O livro de ouro da MPB. 3ª edição. São Paulo: Ediouro, 2004

AQUINO, Filipe. Por que Francisco é o protetor dos animais. Disponível em https://formacao.cancaonova.com/igreja/santos/por-que-sao-francisco-e-o-protetor-dos-animais/, acesso em 30 de janeiro de 2019

BANDEIRA, Manuel. Evocação do Recife. Disponível em https://www.escritas.org/pt/t/9074/evocacao-do-recife, acesso em 26 de janeiro de 2019

CUNHA, Euclides da. Os Sertões. São Paulo: Três, 1984 (Biblioteca do Estudante).

DE LACERDA, Jorge Balleeiro. Os dez Brasis: 500 anos da terra dos papagaios, Francisco Beltrão: Grafit, 1999

GOIS, Anselmo. Coronel Horácio de Matos. O Caudilho do Sertão: Programa de Lá Pra Cá TV Brasil, Direção Valber Carvalho e Dulce Pandolfi, 2013. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=JE6KFHX2PUo, acesso em 29 de janeiro de 2019.

GONZAGA, Luiz; BARBALHO, Nelson. A morte do vaqueiro. Disponível em https://cifrantiga3.blogspot.com/search?q=morte+do+vaqueiro. Acesso em 09 de mar. de 2019.

GONZAGA, Luiz; CAVALCANTI, Armando; CALDAS, klecius. Boiadeiro. Disponível em https://cifrantiga3.blogspot.com/search?q=boiadeiro. Acesso em 09 de março de 2019.

GONZAGA, Luiz; CLEMENTINO, José. Apologia ao jumento. Disponível em https://www.google.com.br/search?ei=o5BYXJaLNeby5gKDgrGYBQ&q=apologia+ao+jumento&oq=apologia+ao+jumento&gs_l=psy-ab.3...17636.30323..31317...0.0..0.517.2207.3-2j1j2......25....1..gws-wiz.......0i71.Kvs1zAGUjBc, acesso em 01 de fevereiro de 2019.

GONZAGA, Luiz; DANTAS, José. Vozes secas. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=YOmL8EJedUs. Acesso em 09 de mar. de 2019.

GONZAGA, Luiz; GOZAGUINHA, Luiz. Gonzagão e Gonzaguinha ao vivo: a vida do viajante. Rio de Janeiro: BMG, CD. 1981. 1 hora e 29 minutos.

GONZAGA, Luiz; TEXEIRA, Humberto. Assum Preto. Disponível em https://cifrantiga3.blogspot.com/search?q=ASSUM+PRETO. Acesso em 09 de mar. de 2019.

GONZAGA, Luiz; TEXEIRA, Humberto. Estrada de Canindé. Disponível em https://cifrantiga3.blogspot.com/search?q=juazeiro. Acesso em 09 de mar. de 2019.

GONZAGA, Luiz; TEXEIRA, Humberto. Juazeiro. Disponível em https://cifrantiga3.blogspot.com/search?q=boiadeiro. Acesso em 09 de mar. de 2019.

HOUAISS, Antonio. Dicionário da música popular brasileira. Rio de Janeiro: Paracatu., 2006.

NASCIMENTO, Nildecy de Miranda. Luiz Gonzaga: um contador do Nordeste do Brasil. Curitiba: Appris, 2018.




DOI: https://doi.org/10.23925/2236-9937.2020v22p468-490

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Filiada:

Apoio:


Teoliteraria está indexada em:

     

    

  

                         

 

 

 

 

 

Presença da Teoliteraria em Bibliotecas no exterior:

 

                         
                               
            
                        
                       
              
                              
                                          
                       
                
                             

 

           

  

 



  

     
 Está obra está licenciada sobre uma Creative Commons Attribution 4.0 International License.