Narrar a vida dos pobres: Literatura Bíblica, crítica ideológica e compromisso social

Antonio Manzatto, Alex Villas Boas

Resumo


Se a história oficial guarda os relatos de vitórias dos grandes da terra, as narrativas que preservam a memória dos pobres é não apenas uma alternativa para a compreensão do mundo, mas a própria afirmação de suas vidas. Se não estão presentes na história oficial, nem por isso deixam de circular entre os pequenos. Assim também com o texto bíblico que narra todo o processo da presença de Deus ao lado dos pequenos da terra. Tais narrativas aparecem em vários gêneros literários, e não estão ausentes de textos legislativos que registram sua experiência de vida e afirmam sua maneira de ver o mundo. Assim o coração da Torá e o centro do evangelho de Jesus se referem ao Deus que se revela aos pequenos e se faz presente ao seu lado como misericórdia, inclusive na experiência de formação social ou desenho de uma nova sociedade. Para tanto, se pretende distinguir o teor social das narrativas bíblicas dos “ideologemas”, como prática discursiva tributário de reducionismo ideológico, de acordo como o inconsciente político de Fredric Jameson e a concepção de ideologia como sistema de crença em Paul Ricoeur. 

 


Palavras-chave


Narrativas, Literatura Bíblica, Compromisso Social, Fredric Jameson, Paul Ricoeur

Texto completo:

PDF

Referências


Referências Bibliográficas

ARGERICH, Mateo; QUELAS, Juan et al., Vidas de pasión y compasión, Buenos Aires: Horizonte de Máxima, 2016.

BOURDIEU, Pierre. Contrafogos: táticas para enfrentar a invasão neoliberal. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

CELAM. DOCUMENTO DE APARECIDA: Texto conclusivo da V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe. Brasília: Edições CNBB/São Paulo: Paulus/Paulinas, 2007.

FRANCISCO. Exortação Apostólica Evangelii gaudium – Sobre o anúncio do Evangelho no mundo atual. 24 de Novembro de 2013. Disponível em: .

FRANCISCO. Misericordiae Vultus. Bula de Proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia. 11/04/2015.

GRENZER, Matthias, O projeto do êxodo, São Paulo: Paulinas, 2007.

HABERMAS, Jügerman. Teoria de la acción comunicativa. Madri, Taurus, 1981.

JAMESON. Fredric. Marxism and form. Princeton: Princeton University Press, 1971.

JAMESON. Fredric. O inconsciente político: a narrativa como ato socialmente simbólico. São Paulo: Ática, 1992.

MARQUEZ, Gabriel Garcia . Vivir para contarla, 2002.

RIBEIRO DE OLIVEIRA, Pedro A. (org). A opção pelos pobres no século XXI. São Paulo: Paulinas, 2011.

RICHARD, Pablo et al., A luta dos deuses, São Paulo: Paulinas, 1982.

SINGER, André; LOUREIRO, S. As Contradições do Lulismo – A que ponto chegamos? Boitempo: Rio de Janeiro, 2016.

SKA, Jean-Louis. O canteiro do Pentateuco. São Paulo: Paulinas, 2016

SOBRINO, Jon, O princípio misericórdia. Petrópolis: Vozes, 1994.

VILLAS BOAS, Alex. Teologia em diálogo com a Literaura: Origem e tarefa poética da teologia. São Paulo: Paulus, 2016.




DOI: https://doi.org/10.19143/2236-9937.2018v8n16p423-448

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Filiada:

Apoio:


Teoliteraria está indexada em:

     

    

  

                         

 

 

 

 

 

Presença da Teoliteraria em Bibliotecas no exterior:

 

                         
                               
            
                        
                       
              
                              
                                          
                       
                
                             

 

           

  

 



  

     
 Está obra está licenciada sobre uma Creative Commons Attribution 4.0 International License.