A presença da Teologia na Cultura: Uma interpretação sobre a Imaterialidade da Cultura

Euler Renato Westphal

Resumo


O autor aborda a questão do lugar da teologia no contexto da tradição positivista do mundo acadêmico brasileiro, o qual deixa a teologia à margem. Observa-se a necessidade de uma discussão crítica sobre o lugar da teologia nas teorias de cultura. O artigo defende que a espiritualidade é o núcleo e a expressão de uma cultura. A partir disso, constata-se que os conceitos de Weltanschauung (cosmovisão) e Lebensanschauung (visão de vida) são padrões culturais, sistemas de orientação, para que a vida humana seja possível. Essa imaterialidade da cultura possibilita sentido para a vida humana, que revela as relações invisíveis, entretanto, reais de uma espiritualidade. As teias de significados proporcionadas por uma visão teológica organizam a cultura. No processo de secularização, a cultura assume o papel religioso de redenção da natureza pecaminosa do ser humano. A teologia, como ciência, tem a tarefa de analisar e interpretar os processos imateriais, ou seja, a espiritualidade de uma cultura.

Palavras-chave


Teologia; Valor Simbólico; Cultura imaterial; secularização; interdisciplinariedade

Texto completo:

PDF

Referências


BAYER, Oswald. Freiheit als Antwort. Tübingen: J.C.B. Mohr, 1995.

BAYER, Oswald. A teologia de Martim Lutero: uma atualização. Trad. Nélio Schneider. São Leopoldo: Sinodal, 2007.

CRUZ, Eduardo R. da; MORI, Geraldo De (Orgs). Teologia e Ciências da Religião: a caminho da maioridade acadêmica no Brasil. São Paulo; Belo Horizonte: Paulinas; Ed. PUCMinas, 2011.

EAGLETON, Terry. A idéia da cultura. São Paulo: UNESP, 2005.

ELIAS, Norbert. Os alemães: a luta pelo poder e a evolução do habitus nos séculos XIX e XX. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. 1997.

FORELL, George W. Fé ativa no amor. 2. Ed. Trad. Geraldo Korndörfer. Porto Alegre; São Leopoldo: Concórdia; Sinodal,1985.

FUNDAÇÃO CATARINENSE DE CULTURA. Cartilha Patrimônio Imaterial. Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte. Governo do Estado de Santa Catarina. s/d.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 2011.

JASPERS, Karl. Der philosophische Glaube. Zürich: Artemis Verlag, 1948.

LUTERO, Martinho. Da vontade Cativa, In: Obras Selecionadas: debates e controvérsias, II. Vol. 4. São Leopoldo; Porto Alegre: Sinodal; Concórdia, 1993. p. 11-216.

LUTHER, Martin. De Servo Arbitrio Mar. Lutheri ad Erasmum Roterodamum, 1525, WA 18, p. 600-787.

LUTERO, Martinho. Tratado de Martinho Lutero sobre a Liberdade Cristã Obras Selecionadas: O programa da Reforma: Escritos de 1520. São Leopoldo; Sinodal; Porto Alegre: Concórdia. 1989. Vol. 2. p. 435-463.

LUTERO, Martinho. Das Boas Obras. In: LUTERO, MARTINHO. Obras Selecionadas: O Programa da Reforma. Escritos de 1520. Vol. 2. São Leopoldo; Porto Alegre: Sinodal; Concórdia,1989. p. 97-170.

LUTHER, Martin. Von den guten werckenn, 1520, WA 6, p. 202-276.

LUTHER, Martin. An die Ratherren aller Städte deutsches Lands, dass sie christliche schulen aufrichten und erhalten sollen, 1524, WA 15 Parte 2.

LUTERO, Martinho. Aos conselhos de todas as cidades da Alemanha para que criem e mantenham escolas cristãs. In: LUTERO, MARTINHO. Obras Selecionadas: Ética: fundamentos-oração-sexualidade-educação-economia. Vol. 5. São Leopoldo; Porto Alegre: Sinodal, Concórdia, 1995. p. 302-325.

MAFFESOLI, Michel. A parte do diabo: resumo da subversão pós-moderna. Trad. Clóvis Marques. Rio de Janeiro: Record, 2004. P. 91-110.

MAFFESOLI, Michel. A sombra de Dionísio: contribuição a uma sociologia da orgia. 2. Ed. Trad. Rogério de Almeida. São Paulo: Zouk, 2005.

PASSOS. João Décio. Desafios de um empréstimo epistemológico. Ciberteologia: Revista de Teologia e Cultura. Ano 5, n. 26 São Paulo: Paulinas, 2009. Disponível em: http://ciberteologia.paulinas.org.br/ciberteologia/index.php/2009/11/ Acesso em: 02 de fevereiro de 2014.

PIERUCCI, Antônio Flávio. Apresentação. In: WEBER. Max. A ética protestante e o “espírito” do Capitalismo. Trad. José Marcos Mariani de Macedo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

RAYNAUT, Claude. Interdisciplinaridade: mundo contemporâneo, complexidade e desafios à produção e à aplicação de conhecimentos. In: PHILIPPI JR, Arlindo; SILVA NETO, Antônio(Eds). Interdisciplinaridade em ciência, tecnologia e inovação. Barueri, SP: Manole, 2011.

RICOEUR, Paul. A memória, a história o esquecimento. Trad. Alain François. Campinas: Editora Unicamp, 2007.

ROTEIROS NACIONAIS DE IMIGRAÇÃO - Santa Catarina: Preservação do Patrimônio Cultural. Florianópolis; IPHAN/11. Superintendência Regional, 2008.

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO IPHAN EM SANTA CATARINA. Roteiros nacionais de imigração de Santa Catarina. Ministério da Cultura - Governo Federal,s/d.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO ARTÍSTICO NACIONAL. Roteiros Nacionais de Imigração – Santa Catarina: preservação do patrimônio cultural. Florianópolis: IPHAN/ 11. Superintendência Regional, 2008.

UNESCO. World Heritage Convention. Disponível em: http://whc.unesco.org/ Acesso em: 02 de fevereiro de 2014.

SCHWEIZER, Albert. Kultur und Ethik. München: Beck, 1996.

SELL, Carlos Eduardo; BRÜSEKE, Franz Josef. Mística e Sociedade. Itajaí: Universidade do Vale do Itajaí; São Paulo: Paulinas, 2006.

SELL, Carlos Eduardo. Sociologia Clássica. 4. Ed. Itajaí; Blumenau: UNIVALI; FURB, 2006.

SINNER, Rudolf von. Towards a Theology of Citizenship as Public Theology in Brazil.In: Religion & Theology. 16 (2009) 181-206. Leiden: Koninklijke Brill NV, 2009.

TILLICH, Paul. Theology of culture. New York: Oxford University Press, 1959.

TILLICH, Paul. The Interpretation of History. New York; London: Charles Scribner’s Sons, 1936.

VATTIMO, Gianni. O fim da Modernidade: niilismo e hermenêutica na cultura pós-moderna. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

WEBER, Max. Economia e Sociedade: Fundamentos da Sociologia compreensiva. Trad. Regis Barbosa; Karen Elsabe Barbosa. Brasília: Editora UNB, 1999. Vol. 2.

WEBER, Max. A ética protestante e o “espírito” do capitalismo. Trad. José Marcos Mariani de Macedo. São Paulo: Comp. das Letras, 2004.

WESTPHAL, Euler R. Linguagem como representação: uma breve aproximação hermenêutica. In: LAMAS, Nadja de Carvalho; JAHN, Alena Rizi Marmo(Orgs). Arte e Cultura: passos, espaços e territórios. Joinville: Editora Univille, 2012. p. 59-78.

WINKLER, Michael. Bildung und Kultur: Verwirrende Grundlagen versuchsweise dargestellt. In: Manuel Fröhlich; Karsten Kenklies; Ralf Koerrenz et alli. Bildung und Kultur – Relationen. Jena: Verlag IKS Garamond, 2012, p. 13-53.




DOI: https://doi.org/10.19143/2236-9937.2017v7n13p214-232

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Filiada:

Apoio:


Teoliteraria está indexada em:

     

    

  

                         

 

 

 

 

 

Presença da Teoliteraria em Bibliotecas no exterior:

 

                         
                               
            
                        
                       
              
                              
                                          
                       
                
                             

 

           

  

 



  

     
 Está obra está licenciada sobre uma Creative Commons Attribution 4.0 International License.