Reabilitação cognitiva na pessoa idosa diagnosticada com demência vascular: um estudo de caso de intervenção da Terapia Ocupacional

Maria Tereza Sales Furtado, Evany Bettine de Almeida, Thais Bento Lima da Silva

Resumo


Dentre os diversos tipos de demência, a Doença de Alzheimer é a mais comum, seguida pela demência vascular (DV). Os sintomas e a velocidade da progressão dependem do território vascular acometido e os fatores de risco incluem hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus, dislipidemia e tabagismo. Objetiva este estudo descrever e analisar os resultados da intervenção terapêutica ocupacional domiciliar, nos moldes da Reabilitação Cognitiva, de uma idosa de 68 anos, diagnosticada com DV. Observou-se a manutenção do escore no MEEM e alta sustentada nas habilidades sociais e resolução de problemas (MIF). As avaliações evidenciaram também o impacto do isolamento social devido à pandemia mundial. Reflete-se sobre intervenções no âmbito da saúde física e mental, frente à complexa realidade vivenciada cotidianamente pelo indivíduo com demência.

Palavras-chave


Demência vascular; Reabilitação Cognitiva; Terapia Ocupacional; Atendimento Domiciliar

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2021v24i0p359-373

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.