O papel da leitura em línguas estrangeiras na pós-graduação em Linguística segundo professores, disciplinas e pesquisas de mestrado e doutorado

Dohane Julliana Roberto, Ana Cláudia de Souza

Resumo


A leitura é um dos principais meios de estudo e aprendizagem em todos os níveis de escolarização; todavia, se na educação básica destina-se atenção ao desenvolvimento dessa competência, a partir do ensino superior pressupõe-se que os/as estudantes já tenham se tornado experientes e proficientes, sendo a leitura seu principal meio de acesso ao conhecimento científico. Trataremos, neste estudo, da leitura na pós-graduação, espaço em que, além de se pressupor condição leitora para os estudos, exige-se a capacidade de ler em língua estrangeira (LE). Especificamente, discutiremos o papel da leitura em LE em um programa de pós-graduação em Linguística, por meio de entrevistas com professores/as e do levantamento das referências em dissertações e teses e nos planos de ensino das disciplinas. Os resultados indicam que a leitura em LE exerce papel fundamental para estudo e realização de pesquisas. No entanto, ainda há percalços que se impõem a um uso mais efetivo de textos em línguas estrangeiras, como o despreparo discente e a falta de clareza sobre o nível de proficiência necessário às atividades acadêmicas neste nível de estudo e aperfeiçoamento.


Palavras-chave


Leitura, Leitura em línguas estrangeiras, Leitura na pós-graduação, Proficiência em leitura em língua estrangeira.

Texto completo:

PDF

Referências


AMERICAN COUNCIL ON THE TEACHING OF FOREIGN LANGUAGES (ACTFL). Proficiency Guidelines, 2012. Disponível em: www.actfl.org. Acesso em: 09 de março de 2018.

ALDERSON, Charles. J. Reading in a foreign language: A reading problem or a language problem? In: ALDERSON, J. Charles; URQUHART, A. H. (eds.). Reading in a foreign language. London: Longman, 1984.

BERNHARDT, Elizabeth; KAMIL, Michael. Interpreting relationships between L1 and L2 reading: Consolidating the Linguistic Threshold and the Linguistic Interdependence Hypothesis. Applied Linguistics, n. 16, p.15-34, 1995.

CLARKE, Mark. Reading in Spanish and English: Evidence from ESL students. Language Learning, v. 29, n. 1, p. 121-150, 1979.

DIVARDIN, Gisele. W. Elaboração e validação de um modelo padrão de avaliação para exames de proficiência de leitura em inglês para ingressantes em Programas de Pós-Graduação na UTFPR – Campus de Ponta Grossa. Orientador: Michael A. Watkins. 2012. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2012.

DINIZ, Antônio G. The teaching and learning of reading at UERN Letras Course: the use of reading strategies concerning the development of EFL readers. Orientadora: Lêda Maria Braga Tomitch. 2012. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Inglês. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2012.

FLICK, Uwe. Introdução à pesquisa qualitativa. 3. ed. Trad. Joice Elias Costa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FORATTINI, Oswaldo Paulo. A língua franca da ciência. Rev. Saúde Pública, v.31, n. 1, p. 3-8, 1997.

GAGNÉ, Ellen; YEKOVICH, Carol; YEKOVICH, Frank. The cognitive psychology of school learning. New York: Harper Collins College Publishers, 1993.

GIL, Antônio C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GRAY, David E. Pesquisa no mundo real. Trad. Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Penso, 2012.

KINSTSCH, Walter; RAWSON, Katherine. Compreensão. In: SNOWLING, Margareth; HULME, Charles. A Ciência da Leitura. Trad. Ronaldo Cataldo Costa. Porto Alegre: Penso, 2013.

LEFFA, Vilson. Aspectos da leitura: uma perspectiva psicolinguística. Porto Alegre: Sagra, 1996.

ROBERTO, Dohane. J. Leitura em língua estrangeira: aspectos da demanda na pós-graduação e da avaliação em testes de proficiência. Orientadora: Ana Cláudia de Souza. 2019. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Linguística, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2019.

SIQUEIRA, Ana Paula B. L. Representações de proficiência e a construção do inglês como língua necessária na pós-graduação. Orientadora: Deusa Maria de Souza Pinheiro Passos. 2009. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

SOSSAI, Martha. A. Um estudo em estratégias de compreensão leitora num curso de letras. Orientadora: Maria Celina Teixeira Vieira. 2009. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Educação: Psicologia da educação. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2009.

SOUZA, Ana Cláudia de; SEIMETZ-RODRIGUES, Cristiane; WEIRICH, Helena Cristina. Ensinar a estudar ensinando a ler: potências dos roteiros de leitura. In: SOUZA, Ana Cláudia de; SEIMETZ-RODRIGUES, Cristiane; FINGER-KRATOCHVIL, Claudia; BARETTA, Luciane; BACK, Angela Cristina Di Palma (org.). Diálogos linguísticos para a leitura e a escrita. Florianópolis: Insular, 2019. p. 164-200.

SOUZA, Ari J. Estratégias de leitura no curso de Letras: um estudo com os formandos da UNICENTRO. Orientador: Renilson José Menegassi. 2003. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada. Universidade Estadual de Maringá. Maringá, 2003.

SUCUPIRA, Newton. Parecer nº 977/65. Definição dos Cursos de Pós-Graduação. Brasil, 1965.

TAZAWA, Elaine C. L. Leitura e compreensão de textos acadêmicos: um estudo junto a dois cursos de graduação. Orientadora: Elsa Maria mendes Pessoa Pullin. 2009. Dissertação (Mestrado) – Programa de Mestrado em Educação. Universidade Estadual de Londrina. Londrina, 2009.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Programa de Pós-Graduação em Linguística. Regimento Interno do Programa de Pós-graduação em Linguística (PPGL) de 24 de fevereiro de 2011. Florianópolis, 2011.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Programa de Pós-Graduação em Linguística. Resolução nº 2/PPGL/UFSC/2018. Florianópolis, 2018. Disponível em: https://ppglin.posgrad.ufsc.br/files/2011/11/Resolu%C3%A7%C3%A3o-de-Bolsas-2018-FINAL.pdf. Acesso em: 10 de janeiro de 2018.

ZANELLA, Daniela A. V. A exigência de proficiência em língua estrangeira na pós-graduação em educação. 2003. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade de Sorocaba, Sorocaba 2003.




DOI: https://doi.org/10.23925/2318-7115.2020v41i2a7

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Indexicadores

Apoio

A Revista The Especialist e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Lincença Creative Commons: Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)