Estudo descritivo sobre instrumentos de avaliação de linguagem oral publicados nos periódicos fonoaudiológicos brasileiros

Maria Claudia Cunha, Mabile Francine Ferreira Silva, Tatiane Ichitani, Fernanda Prada Machado

Resumo


Objetivo: descrever instrumentos fonoaudiológicos de avaliação de linguagem oral publicados em periódicos brasileiros e analisar procedimentos de validação utilizados. Método: Casuística: publicações de todos os volumes dos periódicos Audiology Communication Research, Revista CEFAC, Revista Distúrbios da Comunicação e Communication Disorders and Sciences no período de janeiro/2017 a julho/2019. As publicações foram selecionadas a partir dos títulos, resumos, descritores e leitura dos textos na íntegra. As publicações selecionadas foram categorizadas de acordo com as variáveis: periódico, volume/número, data, objetivo (elaboração ou tradução/adaptação de instrumentos de avaliação de linguagem oral), língua original (nos casos de tradução/adaptação), tamanho da amostra e técnicas estatísticas de validação (validade e confiabilidade) utilizadas. Resultados: A maioria dos artigos encontrados foi destinada a crianças e se propõe ao desenvolvimento de um novo instrumento. Destaca-se o predomínio de trabalhos que apresentaram validação de conteúdo, no entanto poucos realizaram o teste de confiabilidade pelo alfa Cronbach. Apenas 01 estudo realizou teste de sensibilidade e especificidade, e nenhum estudo publicado no período realizou cálculo de valor preditivo, razão de verosimilhança ou curva ROC. Conclusão: os resultados indicam limitações nos estudos de validação e sugerem cautela quanto à utilização dos instrumentos de avaliação de linguagem, tanto na atividade clínica quanto em pesquisas.


Palavras-chave


Testes de linguagem; Diagnóstico; Estudos de validação; Fonoaudiologia

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Alexandre NMC, Coluci MZO. Validade de conteúdo nos processos de construção e adaptação de instrumentos de medidas. Ciênc. saúde coletiva. 2011; 16(7): 3061–8.

Salmond SS. Evaluating the Reliability and Validity of Measurement Instruments: Orthop Nurs. 2008; 27(1): 28–30.

Giusti E, Befi-Lopes DM. Translation and cross-cultural adaptation of instruments to the Brazilian Portuguese language. Pró-Fono R. Atual. Cient. 2008; 20(3): 207–10.

Ceron MI, Gubiani MB, Oliveira CR de, Keske-Soares M, Ceron MI, Gubiani MB, et al. Evidence of validity and reliability of a phonological assessment tool. CoDAS. 2018; 30(3): e20170180.

Gurgel LG, Kaiser V, Reppold CT. The search for validity evidence in the development of instruments in speech therapy: a systematic review. Audiol. Commun. Res. 2015; 20(4): 371-83.

Pagliarin KC, Oliveira CR de, Silva BM da, Calvette L de F, Fonseca RP. Instrumentos para avaliação da linguagem pós-lesão cerebrovascular esquerda. Rev. CEFAC. 2013; 15(2): 444–54.

Lindau TA, Lucchesi FDM, Rossi NF, Giacheti CM. Systematic and formal instruments for language assessment of preschoolers in brazil: a literature review. Rev. CEFAC. 2015; 17(2): 656–62.

Casarin FS, Pagliarin KC, Koehler C, Oliveira CR de, Fonseca RP. Instrumentos de avaliação breve da comunicação: ferramentas existentes e sua aplicabilidade clínica. Rev. CEFAC. 2011; 13(5): 917–25.

Guimarães C da S, Cruz-Santos A, Almeida L. Adaptation of the Parent Report Language Use Inventory for 18- to 47-months-old children to European Portuguese: a pilot Study. Audiol. Commun. Res. 2013; 18(4): 332–8.

Machado FP, Palladino RRR, Cunha MC, Machado FP, Palladino RRR, Cunha MC. Adaptation of the Child Development Clinical Risk Indicators instrument to retrospective parent report. CoDAS. 2014; 26(2): 138–47.

Costa VBS da, Harsányi E, Martins-Reis V de O, Kummer A. Translation and cross-cultural adaptation into Brazilian Portuguese of the Children’s Communication Checklist-2. CoDAS. 2013; 25(2): 115-9.

Bento-Gaz ACP, Befi-Lopes DM, Bento-Gaz ACP, Befi-Lopes DM. Adaptation of Clinical Evaluation of Language Functions - 4th Edition to Brazilian Portuguese. CoDAS. 2014; 26(2): 131–7.

Savoldi A, Ceron MI, Keske-Soares M. What are the best words to compose an evaluation phonological instrument? Audiol. Commun. Res. 2013; 18(3): 194-202.

Cunha MC, Oliveira GR. Publicações brasileiras em periódicos científicos: níveis de evidência científica da produção na área de linguagem. In: Tratado de linguagem: perspectivas contemporâneas. 1ª ed. Ribeirão Preto: Booktoy; 2017: 293-9.

Sireci SG. The Construct of Content Validity. Soc. Indic. Res. 1998; 45: 83–117.

Monteiro GTR, Hora H. Pesquisa em saúde pública: como desenvolver e validar instrumentos de coleta de dados. Curitiba: Appris; 2014.

McLeod S, Verdon S. A review of 30 speech assessments in 19 languages other than English. Am J Speech Lang Pathol. 2014; 23(4): 708-23.

Sá TBF de, Lima RF de, Mattar T de LF, Ciasca SM. Construction of an instrument to assess oral language comprehension of children from 2 to 6 years. Disturb Comun. 2018; 30(1): 158–69.

Berti LC. PERCEFAL: an instrument to assess identification of phonological contrasts in Brazilian Portuguese. Audiol. Commun. Res. 2017; 22: e1727

Colina S, Marrone N, Ingram M, Sánchez D. Translation Quality Assessment in Health Research: A Functionalist Alternative to Back-Translation. Eval Health Prof. 2017; 40(3): 267–93.

Souza AC de, Alexandre NMC, Guirardello E de B. Propriedades psicométricas na avaliação de instrumentos: avaliação da confiabilidade e da validade. Epidemiol Serv Saúde. 2017; 26: 649-59.

Friberg JC. Considerations for test selection: How do validity and reliability impact diagnostic decisions? Child Lang Teach Ther. 2010; 26(1): 77–92.




DOI: https://doi.org/10.23925/2176-2724.2021v33i2p195-203

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.