Análise das respostas do VEMP cervical e ocular em indivíduos hígidos

Marlon Bruno Nunes Ribeiro, Patricia Cotta Mancini

Resumo


Introdução: os potenciais evocados miogênicos vestibulares (VEMP) são respostas eletrofisiológicas que conseguem fornecer informações dos órgãos otolíticos sáculo, utrículo e do nervo vestibular. O VEMP é um exame complementar à avaliação vestibular, consistindo num exame rápido, de fácil aplicação e objetivo. Objetivo: analisar os parâmetros de latência, amplitude, limiar e índice de assimetria das respostas do VEMP cervical (cVEMP) e ocular (oVEMP) de indivíduos sem queixas vestibulares. Métodos: estudo transversal realizado com 53 indivíduos de ambos os sexos, sem queixas auditivas e vestibulares. Resultados: encontrou-se simetria de respostas nas latências, amplitudes e limiares de respostas do exame cVEMP. Entretanto, verificou-se diferença entre orelhas da latência P15 do exame oVEMP, sendo maior à direita no sexo feminino. Conclusão: Encontrou-se simetria nas respostas de todos os parâmetros avaliados do cVEMP. Houve assimetria apenas na latência de P15 do oVEMP no sexo feminino. Os limiares de resposta encontrados nos exames cVEMP e oVEMP foram iguais ou maiores que 75 dBNA.


Palavras-chave


Vestíbulo do Labirinto; Orelha Interna; Sáculo e Utrículo; Potencial Evocado Motor; Testes de Função Vestibular

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Silva TR, Resende LM, Santos MAR. Potencial evocado miogênico vestibular ocular e cervical simultâneo em indivíduos normais. CoDAS. 2016; 28: 34-40.

Kantner C, Gürkov R. Characteristics and clinical applications of ocular vestibular evoked myogenic potentials. Hear Res. 2012; 294: 55-63.

Colebach JG, Halmagyi GM, Skuse NF. Myogenic potentials generated by a click- voked vestibulocollic reflex. J Neurol Neurosurg Psychiatry. 1994; 57: 190-7.

Rey-Martínez J,Pérez-Fernández N, Guzmán RBD. ¿Cómo analizar un potencial evocado miogênico vestibular? Aplicación de un método no lineal. Acta Otorrinol Esp. 2011; 62: 126-31.

Cunha LCM, Labanca L, Tavares MC, Gonçalves DU. Vestibular evoked myogenic potential (VEMP) with galvanic stimulation in normal subjects. Braz J Otorhinolaryngol. 2014; 80: 48-53.

Chang CM, Young YH, Jaw FS, Wang CT, Cheng PW. Degeneration of the vestibular nerve in unilateral Meniere’s disease evaluated by galvanic vestibular-evoked myogenic potentials. Clin Neurophysiol. 2017; 128: 1617-24.

Felipe L, Santos MAR, Gonçalves DU. Potencial Evocado Miogênico Vestibular (VEMP): avaliação das respostas em indivíduos normais. Pró-Fono R. Atual. Cient. 2008; 20(4): 249-54.

Silva TR, Santos MAR, Resende LM, Labanca L, Caporali JFM, Sousa MR, Gonçalves DU. Aplicações dos potenciais evocados miogênicos vestibulares: revisão sistemática de literatura. Audiol Commun Res. 2019; 24: e2037.

Ribeiro MBN. Mancini PC. Comparação das respostas do VEMP cervical e ocular em indivíduos com e sem doenças otoneurológicas. Distúrb Comun, 2020; 32(3): 406-413.

Tateyama T. Potenciais evocados miogênicos vestibulares respostas em indivíduos normais de acordo com a idade [dissertação]. São Paulo: Universidade Anhanguera de São Paulo; 2015.

Akin FW, Murnane OD, Tampas JW, Clinard CG. The effect ofage on the vestibular evoked myogenic potential and sterno-cleidomastoid muscle tonic electromyogram level. Ear Hear.2011; 32: 617-22.24.

Ribeiro MBN, Morganti LOG, Mancini PC. Avaliação do efeito da idade sobre a função vestibular por meio do Teste do Impulso Cefálico (v-HIT). Audiol Commun Res. 2019; 24: e2209.

JERGER, J. Clinical experience with impedance audiometry. Arch Otolaryngol, Chicago. 1970; 4: 311-24.

Ochi K, Ohashi T, Nishino H. Variance of vestibular-evoked myogenic potentials. Laryngoscope. 2001; 111: 522-7.

Pereira AB, Silva GSM, Felipe L, Assunção ARM, Atherino CCT. Potencial evocado miogênico vestibular (VEMP). Revista HUPE. 2015; 14: 56-9.

Curthoys IS, et al. A review of mechanical and synaptic processes in otolith transduction of sound and vibration for clinical VEMP testing. J Neurophysiol. 2019; 112: 259–76.

Macambira YK, Carnaúba AT, Fernandes LC, Bueno NB, Menezes PL. Aging and wave-component latency delays in oVEMP and cVEMP: a systematic review with meta-analysis. Braz J Otorhinolaryngol. 2017; 83: 475-87.

Silva TR, de Resende LM, Santos MA. Combined ocular and cervical vestibular evoked myogenic potential in individuals with vestibular hyporeflexia and in patients with Ménière’s disease. Braz J Otorhinolaryngol. 2017; 83: 330-40.

Zuniga MG, Janky KL, Nguyen KD, Welgampola MS, Carey JP. Ocular versus cervical VEMPs in the diagnosis of superior semicircular canal dehiscence syndrome. Otol Neurotol. 2013; 34: 121-6.

Janky KL, Nguyen KD, Welgampola M, Zuniga MG, Carey JP. Air-conducted oVEMPs provide the best separation between intact and superior canal dehiscent labyrinths. Otol Neurotol. 2013; 34: 127-34.

Lamounier P, de Souza TS, Gobbo DA, Bahmad Jr. F. Evaluation of vestibular evoked myogenic potentials (VEMP) and electrocochleography for the diagnosis of Ménière’s disease. Braz J Otorhinolaryngol. 2017; 84: 394-403.




DOI: https://doi.org/10.23925/2176-2724.2021v33i2p213-220

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.