A comunicação de um adulto diagnosticado no Transtorno do Espectro do Autismo: relato de caso

Roseli Cristina Campos do Carmo, Priscila de San Soucy Viana Raymondi, Ruth Ramalho Ruivo Palladino

Resumo


Alterações na comunicação compõem uma das maiores dificuldades de pacientes diagnosticados no Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), sendo que a intervenção precoce é considerada a melhor opção de tratamento, visando a obter bons resultados. Porém, há indicações na literatura de que o trabalho terapêutico com adolescentes e adultos pode ter resultados semelhantes .Objetivo identificar e descrever os avanços no desempenho comunicativo de um adulto com TEA, após 2 meses de atendimento fonoaudiológico Método: estudo qualitativo, do tipo estudo de caso de um adulto diagnosticado no Transtorno do Espectro do Autismo atendido em grupo por meio do dispositivo terapêutico Oficina de Cozinha Resultados: modificação na alternância de olhares, transposição de ecolalias mediatas, substituição de ações congeladas por palavras, algumas marcações de tempo. Conclusão: os resultados indicam que o paciente deu entrada no jogo intersubjetivo, condição para adequadas atitudes comunicativas, que já podem ser observadas.


Palavras-chave


autismo, adulto, comunicação, alimentação.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-2724.2020v32i3p445-453

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.