Estudo de caso: análise financeira da rentabilidade no transporte aéreo baseado em informações públicas e sua relação com o custo do petróleo no resultado operacional das cias. aéreas

Luiz Fernando de Barros Scholz, Fernando de Almeida Santos

Resumo


Este artigo apresenta análise do mercado brasileiro da aviação comercial. O interesse pela pesquisa consiste no fato de que o concentrado, ou seja, com poucos players. Por meio de estudo de caso, utilizou-se informações reportadas, demonstrações contábeis e outros dados, que possibilitaram métricas para analisar a lucratividade / rentabilidade das Cias. Observou-se que o planejamento empresarial e econômico dessas empresas e seus gestores conseguem adaptar-se rapidamente aos custos do querosene de aviação (QAV1), com variações de preços em todos os aeroportos nacionais em virtude da variação da alíquota do ICMS. O alto custo do QAV1 no Brasil é refinado e disponibilizado pela Petrobrás e distribuído por 3 empresas, sendo a principal uma subsidiaria da BR Distribuidora de Petróleo, com 61,4% do mercado e pertencente ao grupo Petrobrás. Pela convenção com empresas internacionais de aviação, o preço do QAV1 no Brasil é isento do ICMS, mas mesmo assim, é alto, em relação aos valores praticados externamente. A burocracia e os custos penalizam as operações e as incertezas econômicas, com o baixo crescimento do PIB brasileiro e a necessidade de redução do total de aeronaves em operação e dos Slot (aeroportos atendidos). mesmo com taxas de juros externas negativas. As receitas em reais e o leasing das aeronaves em dólar, expõe a riscos maiores.  As empresas não criam opções para redução do principal custo - QAV1 - mesmo com a importação liberada. A baixa da commodity petróleo não foi prevista pelas Cias. aéreas e sua redução não tem possibilitado lucros maiores no exercício. Mesmo com o aumento da quantidade de passageiros transportados, não se obtém a rentabilidade econômica – financeira esperada, resultando em destruição de riqueza na operação.

Texto completo:

PDF

Referências


Agmont, Giuliano; Burgos, Christian. (2013). Preços em Pauta - Com a queda de competitividade, companhias aéreas brasileiras buscam soluções para reduzir seus custos associados ao querosene de aviação. São Paulo Aero Magazine. Disponível em:

. Acesso em 15/11/2017.

ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil. Disponível em: < http://www.anac.gov.br/assuntos/dados-e-estatisticas/mercado-de-transporte-aereo/anuario- do-transporte-aereo/dados-do-anuario-do-transporte-aereo >. Acesso em 15/11/2017.

ANP –Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. (2016). Boletim Anual de Preços 2016 – Preços do Petróleo, Gás Natural e Combustíveis nos Mercados Nacionais e

Internacionais – ANP. Disponível em: . Acesso em 15/11/2017.

ANP –Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Disponível em

. Acesso em 15/11/2017.

Barbosa, Daniel. (2014). O balanço das maiores aéreas do país – só Azul ficou no azul - Segundo anuário referente a 2013 da Anac, no período, setor registrou perdas pelo quinto ano consecutivo; prejuízo foi de R$ 2,4 bilhões. São Paulo Revista Veja – 14/10/2014. Disponível em < https://exame.abril.com.br/negocios/o-balanco-das-maiores-aereas-do-pais-so-azul- ficou-no-azul/> Acesso em 15/11/2017.

CNN Money (2014). Disponível em :

Acesso em 14/03/2018.

Copeland, Tom; Koller, Tim, Murrin, Jack. Avaliação de Empresas. (2002). Valuation: Calculando e Gerenciando o valor das empresas. São Paulo Makron Books.

Estúdio Folha – Brasil que Voa. Con orrência e liberdade tarifária ajudam a reduzir valor das passagens. Disponível em: . Acesso em 15/11/2017.

G1. Globo. (2018) O que acontecerá se os EUA ultrapassarem a Arábia Saudita como maior produtor de petróleo do mundo. Disponível em: Acesso em 15/11/2017

Index Mundi. Petróleo bruto Preço Mensal - E.U. dólares por barril. Disponível em

. Acesso em 15/11/2017

Mcdonald, Duff. (2014). Nos bastidores da McKinsey. São Paulo: Saraiva.

Petrobras. Refinaria Potiguar Clara Camarão. Disponível em:

. Acesso em 15/11/2017

Severino, Antônio Joaquim. (2007). Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo: Cortez..

Scholz, Luiz Fernando de Barros. (2013). Estudo das Fontes de Financiamentos Públicas dos Processos ou Projetos de Inovação no Brasil – PUC – SP – São Paulo.

Taleb, Nassin. (2011). A lógica do Cisne Negro: o impacto o altamente improvável – 5a. edição

– Rio de Janeiro: Best Seller .




DOI: https://doi.org/10.23925/cafi.v1i1.36957

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

A Revista CAFI apoia a Declaração de São Francisco sobre Avaliação de Pesquisa (DORA)

 Cirad assina a Declaração de São Francisco sobre a avaliação da pesquisa (DORA). Logo da iniciativa DORA



Indexadores

Conforme Qualis único de  2017-2018 (divulgado em 2019)


 

 

 

logo

 

Diretórios 

 

 

 

 

Creative Commons

 

A Revista Cafi adota a licença do CC-BY Creative Commons Attribution 4.0

 


ISSN 2595-1750